sábado, 19 de outubro de 2013

A arte de amar

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus — ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

(Manuel Bandeira)

4 comentários:

  1. olá Lúcia,

    interessante esta visão do autor.

    beijinho
    Alex

    ResponderExcluir
  2. Às vezes tem que ser assim.

    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Lúcia Leme
    Interpretando bem o poema, alma é luz, os corpos matéria e matéria só se entende bem com matéria.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito. Um se chama ontem e o outro se chama amanhã.
    Portanto hoje é o dia certo para amar, acreditar, fazer e principalmente viver.
    ~Dalai Lama

    Cumprimentos

    ResponderExcluir